Carrinho

A Nova Era do Comércio Eletrónico em África

Maputo, Moçambique: 20 de Junho, 2015

Cada vez mais as tecnologias de informação dinamizam o comércio em África. Operações que antes duravam dias a serem processadas, são agora mais rápidas devido à melhorada velocidade da rede e à proliferação de dispositivos com ligação à Internet. Uma comodidade para muitos, uma oportunidade de negócio para outros.

Tomemos como caso de estudo a gigante Rocket Internet. Fundada em 2008 em Berlim e tendo começado com apenas quatro colaboradores, é hoje um dos principais investidores em e -commerce em África. A sua principal ambição é tornar-se a maior plataforma mundial de serviços web fora dos Estados Unidos e da China, acreditando que "a Internet tem o poder de mudar a forma como as pessoas vivem, trabalham e consomem ". Esta é, de resto, a principal linha condutora na apresentação da sua missão e valores no seu último relatório anual, com referência frequente às palavras "mudança" e "desenvolvimento". Após a IPO de outubro do ano passado, é também no mesmo documento que apresentam impressionantes estatísticas: no ano de 2014, as vendas da empresa alemã chegaram aos 104 milhões de euros, com um portefólio avaliado em 3.1 milhões de euros.

Mas a que se dedica, afinal, a gigante Rocket Internet? Repetidamente referida como incubadora de empresas, a Rocket especializa-se em adaptar modelos de negócios bem sucedidos e escaláveis e fazê-los vingar em países africanos, asiáticos e europeus. Uma das vertentes onde a empresa alemã aposta intensamente é no acesso mobile, desenvolvendo aplicações para todos os seus projectos. Não é de estranhar esta inclinação já que, em 2014, atingiu um impressionante número de sessões mobile de 34%.

Caso esteja atento às mais recentes tendências de serviços e compras online a nível mundial, é provável que já se tenha deparado com um dos muitos serviços apoiados pela Rocket: a plataforma de compra e entrega de comida hellofood, o serviço de booking de hotéis Jovago ou o mais recente site de procura de emprego Everjobs. A empresa até apoiou o desenvolvimento de uma transportadora própria - a AIG Express nasceu de forma a controlar melhor as operações de entrega ao domicilio dos serviços existentes e melhorar a experiência do consumidor. Nos PALOP, a empresa detém uma percentagem de negócios em Angola e Moçambique, como o portal de imobiliário L amudi e a plataforma de compra e venda de produtos Jumia podendo, no futuro, investir em outros negócios em países de língua portuguesa.